logo fortal sem fundo branco..png
limpeza covid.png

COVID-19

 Realizamos Sanitização e Desinfecção de Ambientes contra a Covid 19 ( Corona Vírus )em Empresas e Residencias. Em se tratando de sanitização de casa  quando há moradores infectados ou em suspeita, a higienização é diferente. Nessas situações, é preciso ainda mais cuidado para evitar a transmissão da doença para os demais residentes. Atendemos, Belém, Ananideua  

Vale destacar, aqui, que moradores infectados ou em suspeita devem ficar isolados em um cômodo da casa. Na hora da faxina, deve-se ter certas precauções para limpar o cômodo isolado – e outras para o restante da residência. 

Nesse sentido, a recomendação dos especialistas é que os próprios doentes limpem seu cômodo de isolamento, evitando a transmissão. O uso de luvas é indispensável, assim como a lavagem das mãos antes de colocá-las. 

O cômodo isolado deve ser higienizado todos os dias. Para limpar a poeira mais grossa das superfícies, como móveis, bancadas e chão, o indicado é primeiro usar água e sabão. Depois, deve-se desinfetar com a receita de água sanitária, álcool 70% ou outro desinfetante mencionado acima. 

Para o banheiro, há outros cuidados adicionais. Se possível, um sanitário deve ser reservado somente para o infectado. Idealmente, ele deve ser higienizado de uma a duas horas após cada uso. 

O restante da casa  (que fica restrito aos moradores sadios) pode ser higienizado da maneira usual que mencionamos acima, tomando cuidado especial com a desinfecção. 

 

limpeza_coronavírus.jpg
limpeza-de-escritório.jpg

Sanitização e Desinfecção de Ambientes.  COVID-19 em Belém e Região

  • Depois de cada faxina, é preciso lavar as luvas utilizadas cuidadosamente com água e sabão. Atenção: para a limpeza do cômodo dos moradores infectados, separe um par de luvas específico;

  • As esponjas, panos e outros objetos de limpeza também devem ser lavados com água e sabão. Depois de devidamente secos, eles podem ser usados nos demais cômodos da casa. Para finalizar, não se esqueça de lavar bem as mãos! 

  • O uso de luvas também é recomendado para lavar copos, talheres, pratos e outros utensílios utilizados pelo morador infectado ou em suspeita de coronavírus. Depois da secagem, os itens podem ser armazenados normalmente com os demais; 

  • Não compartilhe o uso de lençóis e toalhas (de banho e rosto) com os moradores suspeitos ou infectados. Essas peças devem ser lavadas de forma isolada, com o uso de detergente comum;

  • O ideal é lavar as roupas dos infectados imediatamente após o uso. Se não for possível, armazene-as em um saco plástico até a hora da higienização;

  • Não chacoalhe as roupas de doentes ou infectados antes de lavá-las. Esse hábito facilita a dispersão do vírus no ambiente. 

Por fim, quer você esteja faxinando uma casa com ou sem infectados, lembre-se de não levar as mãos ao rosto, evitando coçar o nariz, colocar a mão nos olhos ou na boca. 

Não dá para negligenciar também o cuidado mais falado quando o assunto é prevenção do coronavírus: caprichar na lavagem das mãos antes e depois de cada faxina. 

Dessa forma, nunca é demais reforçar: a lavagem das mãos deve ser feita com água e sabão por ao menos 20 segundos. Ensaboe, lave entre os dedos, não se esqueça dos pulsos e limpe bem ambos os lados da mão. 

Leia Mais: Como limpar colchão: 5 técnicas que funcionam 

A atual situação pede o cuidado e a atenção de todos! Gostou das informações sobre limpeza de casa e coronavírus? Como você tem feito para higienizar sua casa diante dos novos desafios? 

Comente para nos contar e não deixe de compartilhar este artigo com amigos e familiares!